16/07 – VII Fantaspoa

Às 21:15, no CineBancários, os norte-americanos Matthew Avant e Michael David Weis estarão aqui, apresentando e debatendo com o público sua obra Lunópolis. Vencedor de pelo menos cinco filmes em outros festivais, é um falso documentário sobre a descoberta e investigação de supostas pistas que indicam que há seres humanos vivendo na Lua. 

Hoje, o dia começa com A Serbian Film – Terror Sem Limites! Recomendamos apenas para os estômagos mais fortes. A Serbian Film – Terror Sem Limites será exibido na Sala Paulo Amorim às 15 horas. Para complementar a dupla de filmes mais pesados do festival, apresentaremos Molina’s Ferozz às 17 horas na Sala Eduardo Hirtz. É outro que, ressaltamos, não é para os mais sensíveis. Para os que não querem filmes tão pesados, recomendamos Krokodyle e Todos os Meus Amigos São Cantores de Funeral para as 15 horas, no CineBancários e no Cine Santander, respectivamente. O búlgaro e multipremiado Zift é uma bela pedida, também. Assim como o bonitinho Harold Está Ficando Cadavérico. Isso tudo sem falar da terceira sessão comentada do VII Fantaspoa, a ser realizada às 17 horas no CineBancários. De novo, afirmamos: filme não será divulgado antes da sessão. Infelizmente, a sessão não será comentada pelo diretor.
VII Fantaspoa é apresentação dos Correios e do Governo Federal.

Aproveitem, esse é o último final de semana do Fantaspoa!

Abraços,
João Fleck e Nicolas Tonsho

Published in: Sem categoria on julho 16, 2011 at 5:39 pm  Comments (1)  

The URI to TrackBack this entry is: https://fantaspoa.wordpress.com/2011/07/16/696/trackback/

RSS feed for comments on this post.

One CommentDeixe um comentário

  1. Assisti ao “Serbian Film” nesse sábado à tarde (provavelmente a sua única matiné mundo afora), sessão cheia, havendo decerto muitos desavisados na platéia — seja como for, pelo que notei, o “índice de evasão” foi baixo.
    Um dos méritos desse filme é ir sumindo com as risadinhas (algumas delas reativas e sintomáticas). Mas as cenas “chocantes” não deixam de ser fichinha se pensarmos p.ex. nos crimes do Gilles de Rais, na obra do Sade, nas torturas da Inquisição e em vários episódios da Bíblia.
    Li na Wikipedia que o filme vem sofrendo restrições, cortes e banimentos, chegando inclusive a ser alvo de investigação na Sérvia.
    O filme foi exibido em versão integral, né? (Suponho que o Fantaspoa não exiba filmes mutilados…)
    O final do filme, adentrando na seara da necrofilia, deixa em aberto um horizonte em cascata, espelho contra espelho, tipo: a 2ª equipe de filmagem estava antes na retaguarda, [como que] filmando as filmagens da 1ª; com o fim desta, passa ao 1º plano e dá vez a uma 3ª equipe…


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: